Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois? - Maximize Space

Maximize Space - Painel de Controle Profissional Maximize

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

Está em dúvida se investe em tráfego orgânico ou pago? Continue com a gente que vou te ajudar com isso.

Por Leticia Cruz dia em Maximize Space

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Com certeza seu maior desejo é conquistar novos clientes e aumentar seus lucros. Mas para que isso aconteça é preciso primeiro tornar sua marca visível através de estratégias de marketing.

Mas, o que realmente é preciso para se fazer um bom plano de marketing?

Plano de marketing nada mais é que o planejamento das ações de marketing de uma empresa, visando a organização e melhorias focando sempre em alcançar os objetivos gerais almejados.

Esse planejamento estratégico pode ser relacionado a marca, produto ou serviço oferecido por sua empresa.

Um bom plano de marketing não precisa ser complexo e muito menos extenso. Quanto mais claro e objetivo você conseguir fazê-lo melhor.

Você apenas precisa estar atento aos detalhes, especificando sempre sua estratégia para que possa ser colocada em prática sem dificuldade depois.

Através dele você vai obter uma maior visibilidade tanto em sua marca, quanto em seu produto. Isso é claro se tudo for feito de maneira correta, para que traga no fim de todo o processo o resultado desejado.

Sabemos que existem algumas coisas que vocês precisam saber e conhecer antes de começar a elaborar seu plano de marketing, veja.

Será que você já definiu seu público-alvo? Para determinar este perfil é preciso realizar uma série de pesquisas envolvendo diversos fatores, conseguindo assim pontuar quais as características apresentadas em comum aparentes nesta fração de pessoas da sociedade que irão ser o foco do seu negócio.

Vou deixar aqui pra você uma definição bem resumida do que seria seu público-alvo, veja.

Esse é um grupo específico de consumidores ou organizações que compartilham um perfil semelhante e por isso devem ser o foco das ações de marketing e vendas da sua empresa, uma vez que estão mais dispostos a adquirir os produtos/serviços que a mesma oferece.

Para determinar este perfil realiza-se uma série de pesquisas envolvendo diversos fatores para determinar quais as características em comum desta fração de pessoas da sociedade irá ser o foco do seu negócio.

Essas informações podem ser sobre o comportamento de compra, hábitos de consumo, classe social, dados demográficos, condição socioeconômica, preferências, dentre diversas outras possibilidades.

O importante é que quanto maior o número de informações e mais completo e verdadeiro o perfil estabelecido seja, maior será a chance de sua empresa manter um bom relacionamento com o cliente. Fazendo com que o seu público-alvo adquira seus produtos e serviços e, consequentemente, trazendo prosperidade para seu negócio.

Estar sempre por dentro sobre as tendências nas redes sociais atualmente também é necessário, afinal, com toda certeza, seus futuros clientes estarão trafegando nelas e você precisa estar sempre atualizado.

Principalmente por que tudo muda muito rapidamente no meio digital, e isso tem impacto direto nas redes sociais. Tendências novas ditam o ritmo de posicionamento das marcas nessas plataformas, buscando sempre aproximar-se melhor do público.

Para conseguir envolver e situar sua marca de forma correta, as redes sociais são hoje uma das mais importantes ferramentas de comunicação.

No entanto, a divulgação correta de um canal reúne uma série de estratégias, tais como links patrocinados, e-mail marketing, parcerias com outros canais, etc. E cada um deles vão ajudar você a distribuir melhor o seu conteúdo para o público de interesse.

Quando bem aplicadas, essas ações podem proporcionar excelentes vantagens para o crescimento do seu negócio. É possível, por exemplo:

  • Gerar maior engajamento e se comunicar melhor com o público;
  • Fazer com que conteúdos gerem mais retorno, devido ao aumento do público interessado;
  • Conseguir fãs e fidelizar espectadores; entre outros.

Quando você for tomar a decisão final sobre qual estratégia de marketing seguir deverá levar em consideração o seu objetivo, o custo-benefício, a urgência de resultados e recursos disponíveis.

Afinal, nós sabemos que de nada adiantará se você apresentar seu site e/ou blog de maneira errada, sem definir uma estratégia de marketing primeiro.

Pois sabemos que dentro da internet a concorrência é enorme, existem milhares de blogs e sites trabalhando todos os dias para se manter "ao sol".

Você sabe qual é a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico?
Conhece as estratégias que poderão atrair visitantes de ambos os jeitos para o seu site? 

Então, para que a sua empresa se torne conhecida, para aumentar o número de visitantes na sua página e/ou blog, você deverá adotar algumas atitudes, vou te apresentar agora duas estratégias de marketing, assim você poderá avaliar qual melhor se encaixa no seu negócio. Vamos lá?!


Tráfego orgânico

 

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

Como o próprio nome já diz, esse é o tráfego que acontece de forma espontânea.

Dessa maneira você não precisará fazer um investimento financeiro direto. No entanto, se for analisar com calma, investimentos não são apenas financeiros, não é mesmo?

Para que você consiga conquistar um bom tráfego orgânico na sua página será necessário muito trabalho e tempo dedicados ao marketing de conteúdo.

Se você deseja que seu site seja exibido entre os primeiros, e assim seja facilmente encontrado pelos usuários da internet, é fundamental que ele tenha grande credibilidade e autoridade.

E como é conquistada essa credibilidade e autoridade?

Essa credibilidade e autoridade são conquistadas por meio da produção de conteúdo relevante – e otimizado para SEO.

SEO nada mais é Search Engine Optimization  ou em português "otimização para mecanismos de busca". É um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web. Essas otimizações visam alcançar bons rankings orgânicos gerando tráfego e autoridade para um site ou blog.

Ou seja, a produção do marketing de conteúdo é a chave do sucesso Para quem quer fazer o uso do tráfego orgânico.

A boa utilização dessa técnica e o conhecimento das métricas de SEO farão com que as pessoas encontrem a sua empresa com mais facilidade por meio dos mecanismos de busca.

Porém, para poder aplicar as métricas de SEO é importante que você conheça algumas normas consideradas relevantes pelo Google. Veja.

  1. A utilização de palavras-chave relevantes;

  2. Bons títulos, link building e guest blogging;

  3. Site responsivo e ágil;

  4. URLs amigáveis e objetivas;

  5. Utilização de imagens e vídeos relevantes, entre outros.

É valido lembrar que a principal característica do tráfego orgânico é que ele é construído a médio e longo prazo. Pelo simples fato de que construir conteúdo relevante no Google demanda tempo, e também deve ser conteúdo de qualidade, consistência e deve ter frequência de posts para obter bons resultados.

 

Tráfego pago

 

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

 

 Esse tipo de tráfego são aqueles anúncios que são criados através de plataformas para gerar mais acesso ao seu site, também conhecido como link patrocinado.

Se você ainda não conseguiu identificar o que é trafego pago relaxe, vou deixar aqui um exemplo, confira.

Ex: sabe quando você faz pesquisa de assuntos específicos no buscador do Google? Já reparou que sempre os primeiros anúncios mostrados após a pesquisa ser feita são publicidade? Então esses são os links patrocinados, e o mais interessante é que eles aparecem em outras plataformas também como, blogs ou sites que tenham afiliação ao Google adwords.

 

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

 

No Facebook esses anúncios aparecem descritos com a palavra 'patrocinado' logo acima dos mesmos.

 

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

 

Benefícios do tráfego pago

Ao fazer tráfego pago você só pagará se alguém clicar no seu anúncio, esse processo leva o nome de CPC – Custo Por Clique.

E você sabia que isso é muito bom?! Simplesmente pelo fato de não ser como os anúncios comuns, tv, rádio e outdoors nos quais as marcas investem dinheiro e não tem certeza se as pessoas realmente viram o anúncio publicado ali.

Com o tráfego pago você só gasta dinheiro quando houver interesse real do cliente, o que se demostra quando ele clica no seu anúncio. E o mais atrativo é que quem escolhe quanto vai pagar pela campanha feita é você.

Essa sim é uma forma muito mais segura de investir seu dinheiro nos anúncios, não é mesmo?? E melhor, sem desperdício, sem jogar seu investimento fora. Você estará sempre no controle da situação.

No entanto, sua campanha só ficará no ar enquanto você estiver pagando, como acontece em outras mídias. Isso quer dizer que, caso você para de investir suas campanhas sairão fora do ar. 

Essa é a diferença entre os dois tipos de tráfego, no orgânico suas campanhas estarão sempre "no ar", a não ser que você mesmo as tire.

Porém para começar a investir no tráfego pago, você precisará de algumas ferramentas.

 

Quais plataformas usar para fazer anúncios?

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

Vou deixar aqui para você as duas plataformas mais usadas para anúncios patrocinados, confira.

 

Google AdWords

Esse é top! O site mais acessado do mundo!

Você já deve saber que a plataforma do Google para anúncios é uma das mais usadas e confiáveis.

Uma curiosidade interessante é que o Google AdWords (ou GA) é a principal fonte de dinheiro do Google. Nele você sobe seus anúncios com base em palavras-chave que são relevantes para o seu negócio.

Assim suas campanhas aparecem no topo das páginas de buscas do Google como já te mostrei no exemplo lá em cima, ou também aparecem em sites parceiros, em forma de links patrocinados, vídeos ou banners.

 

5 motivos para anunciar no Google AdWords:

  1. Você pode fazer testes A/B para ver qual chamada, texto ou CTA converte mais;

  2. O Google tem 96% do market share de buscas online no Brasil;

  3. Alto poder de segmentação para atingir quem é interessante para você;

  4. Quem anuncia no GA tem, em média, um retorno de 50% para cada dólar investido.

  5. Deu para perceber o poder dessa ferramenta. Se você quer investir em tráfego pago, precisa conhecer o GA.

Facebook Ads

 O Facebook ultrapassou os 2 bilhões de usuários no ano passado e o Facebook Ads, consequentemente, se tornou a maior plataforma de anúncios da maior rede social do mundo.

A principal característica do Facebook Ads é que ele foca no perfil dos usuários e a plataforma oferece várias opções de segmentação como dados demográficos, localização, interesses e comportamentos.

Oque significa que chegar até seu público-alvo se torna muito mais fácil.

Você pode colocar textos, fotos ou vídeos no anúncio. Então quando a pessoa clicar, será direcionada para seu site ou sua fanpage.

 

3 motivos para anunciar no Facebook Ads:

  1. O Facebook fornece o melhor ROI de todas as plataformas sociais. É o que 95,8% dos anunciantes de redes sociais em todo o mundo dizem.

  2. Essa plataforma é a principal estratégia de campanhas pagas para 73,2% das empresas.

  3. Alto poder de segmentação de acordo com o perfil do usuário
    Se quiser todos os detalhes de Facebook Ads, vem ler esse post que eu fiz aqui no blog.
 Existem 3 passos que vão fazer toda a diferença na hora que você for fazer o seu tráfego pago, confira.
1- Defina o valor do seu investimento

Defina qual o valo específico você quer e pode investir, sem que ele vá fazer diferença no seu orçamento mensal, pessoal ou do seu negócio, o valor quem escolhe é você pode ser 10, 50, 500, 1000 e por ai vai.

Como primeiros passos você vai usar seu investimento para testar anúncios e ver qual te da maior retorno.

2- Defina sua meta

Quanto você quer pagar por lead? 1 real, 2?

Monitore seu anúncio sempre, pois as suas personas vão mudar o tempo todo.

Não dá para fazer igual a academia, que você faz o plano anual e fica pagando sem nunca ter pisado lá.

Não tem como soltar um anúncio e deixá-lo de lado só porque deu certo para sempre.

Só porque funcionou hoje não quer dizer que vai funcionar amanhã.

3- Crie mais de um anúncio

Isso será bom para você por dois motivos.

  1. Você pode ter diferentes anúncios direcionados para cada uma das suas personas (caso você tenha mais de uma, o que é muito provável);

  2. Você consegue comparar todos os anúncios e ver qual funcionou melhor para o seu negócio, qual anúncio foi bom. Ou seja, qual teve o maior número de conversões, com maior qualidade e menor preço.

 

Mas afinal qual o melhor? Tráfego orgânico ou pago??

Tráfego orgânico e pago, qual o melhor? Qual a diferença entre os dois?

A resposta correta para essa pergunta é que nenhuma estrátégia é melhor que a outra.

O ideal mesmo é que você faça uma combinação das duas para obter resultados realmente expressivos.

O tráfego pago pode ter resultados mais rápido.

Porém o tráfego orgânico apesar de demandar mais tempo para gerar resultado vai continuar gerando resultado mesmo depois do fim do anúncio.

 

Notas finais:

E ai?! Gostou do artigo? 

Compartilhe em suas redes sociais e marque aquele amigo que não sabe por onde começar com os anúncios.

Leia também como fazer uma campanha na monetizze e fique por dentro do assunto!

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: