Persona, você sabe como identificar e utilizar a seu favor? - Maximize Space

Maximize Space - Painel de Controle Profissional Maximize

Persona, você sabe como identificar e utilizar a seu favor?

Uma persona basicamente é um personagem fictício, semi-fictício ou baseado em dados totalmente reais, criado com as características do seu público-alvo. Para que assim você se aproxime o máximo das dores que precisará resolver. Vamos ver como funciona essa técnica?

Por Leticia Cruz dia em Maximize Space

Persona, você sabe como identificar e utilizar a seu favor?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Uma persona é em si, um grupo de informações de clientes ou usuários que são traduzidas e colocados em fichas, para que possa ficar tudo organizado e visível facilitando o manuseio, a grosso modo isso seria uma persona. 

Existem três tipos de persona, vamos te mostrar agora cada uma delas e qual a sua finalidade, veja a seguir:

Persona de Marketing

Normalmente esse tipo de pessoa será relacionada a dados demográficos de um grupo grande de usuários.

Essa persona serve para as pessoas do marketing ajudar na hora de fazer um discurso de vendas ou criar algum tipo de informação, vamos dar um exemplo pra você do que seria uma persona de marketing. Veja:

"Pessoas de 18 a 20 anos, que moram no rio, e gostam de acordar cedo para caminhar, que possuem aparelho celular e levam ele para cronometrar a distância percorrida."

Esse poderia ser um grupo de pessoas baseados em dados demográficos que poderia ser de uma persona de marketing.

Proto Persona

Já esse tipo de persona é criado imaginando as informações, se baseando apenas no conteúdo ou produto que você irá oferecer. 

Refere-se a você analisar seu próprio produto e digamos que "deduzir" as informações típicas das pessoas que fariam uso dele.

Geralmente esse tipo de persona é criada quando não se pode ter uma persona real para estudo e coleta de dados naquele momento. É uma boa saída quando você não tiver persona nenhuma. 

No entanto, há um risco muito grande de você criar dados que não fazem sentido na realidade, assumindo coisas que são apenas da sua cabeça, e que necessáriamente não representem aquele teu usuário.

Persona UX (design)

Esse é o tipo de persona construída por pesquisa de campo, diretamente feita com seus clientes.

Se possível saia do escritório e se permita explorar lá fora e conhecer seu usuário a fundo. Você pode fazer sua pesquisa através de vídeos, observação em tempo real ou até mesmo por entrevista.

O importante mesmo é que você consiga ver o usuário no momento que ele está fazendo uso do seu produto. 

Se por acaso você optar em fazer uma entrevista ao vivo, não faça notas, apenas escute e fale pouco. Treine seus ouvidos, para que você faça suas anotações e observações somente quando retornar ao seu ambiente de trabalho.

Ao entrevistar usuários de diferentes perfis será possível traçar os objetivos, restrições, as dores e os desejos comuns entre eles, você pode fazer um banco de dados ou uma planilha com as informações coletadas.

Podendo assim se organizar e descobrir o porquê seu cliente escolheu o seu produto para suprir suas necessidades, qual foi seu objetivo e também pode conseguir saber se falta algo para que seu produto atinja a excelência.

Quanto mais dados você conseguir coletar, mais fácil vai ser para que você possa traçar o perfil da sua persona em potencial e poderá focar nas dores dela e aprimorar cada vez mais o seu produto para que ele supra todas as necessidades apresentadas, solucione todos os problemas do usuário e atinja os objetivos desejados.

Você pode também usar, por exemplo, um formulário online para conseguir as informações que precisa. Podendo oferecer algo em troca se a pessoa respondê-lo, entrada para um sorteio, um brinde ou algo do tipo. Tendo sempre em vista fazer seu formulário chegar até seu público-alvo, é claro, para que assim você possa conseguir mais dados sobre ele, e poder construir sua persona.

Atualmente na internet existem ferramentas que podem te ajudar nessa etapa de conseguir dados, como:

  • Google Analytics 
  • Redes sociais

Esse tipo de persona chamada de Persona Ux não se baseia em dados demográficos, e sim em qual é o objetivo comum existente entre as pessoas, sabendo que usuários de diferentes faixas etárias podem ter os mesmos objetivos em comum, por exemplo, um cara de quarenta pode estar tentando perder peso, e isso também pode ser o mesmo objetivo de um cara de vinte anos.

O que quer dizer que para criar essa persona é preciso saber os objetivos em comum entre as pessoas, por isso a pesquisa de campo é tão importante, simplesmente pelo fato dela não se basear em dados demográficos.

Depois de coletar as informações você vai descobrir o objetivo comum, tendo esse dado importante em mãos é a hora de criar a sua persona principal, que represente a maior parte dos usuários entrevistados.

No entanto é preciso criar também uma persona secundária, sabendo que ela também terá mesmo objetivo. Porém validando o pensamento de que a persona secundária pode ter restrições que a persona principal não têm.

Tendo sempre em vista mirar na persona principal e acertar na persona secundária. O que chamamos de mirar no típico e acertar no atípico. No entanto, não é recomendado que você crie muitas personas.

Lembre sempre de mapear os porquês  das pessoas entrevistadas, todas as informações coletadas têm a essência da sua persona, é preciso apenas organizar todos esses dados e usá-los à seu favor.

Sua persona servirá como uma carta na manga, assim sempre que você tiver dúvidas de que caminho seguir, possa olhar para aqueles dados reunidos e ver que, por exemplo , a sua persona é diferente de você, tem uma rotina, uma casa, um salário, um carro, tem desejos, gostos e dores diferentes dos seus.

O que servirá também para tirar uma carga de ego dos ombros, levando em conta os desejos e gostos da persona, não os seus, pois sabemos que cada pessoa tem uma visão diferente das outras.

Podemos dizer então que uma persona é um alinhador de ideias, estratégias e metas. Com foco em te ajudar a entender e visualizar o perfil dos usuários do seu produto. 

Todo esse processo de criação de uma persona será importante para que você possa melhor engajar seu conteúdo/produto ao seu usuário, entender o comportamento de compra do seu cliente, para assim entregar conteúdos e/ou produtos cada vez melhores.

Ai você pode pensar que persona é o mesmo que público-alvo. Mas será que é?

Uma coisa podemos afirmar com toda certeza que persona e público-alvo não são sinônimos. Podem até ser parecidos, porém se estudados a fundo podemos visualizar que são bem diferentes um do outro. Vamos te mostrar como;

Público-alvo refere-se a parcela de pessoas na sociedade para quem você vende seu produto e/ou oferece seu conteúdo. Assim bem genericamente falando.

 A Persona é o Pedro que têm 26 anos, engenheiro, recém-formado e autônomo. Pensa em se desenvolver pessoalmente através de um mestrado no exterior, adora viajar, é solteiro e sempre desejou fazer um intercâmbio. Está à procura de uma agência que o ajude a encontrar universidades na Europa que aceitem alunos estrangeiros.

Conseguiu visualizar a diferença? 

Público-alvo refere-se a parcela de pessoas que você se relaciona vendendo seus produtos de uma forma geral.

A Persona, por outro lado, é a representação do seu cliente ideal, de forma mais humanizada e personalizada.

E ai ?! Gostou do nosso artigo? compartilhe com seus amigos essas informações valiosas e deixe todos atualizados.

Continue com a gente e conheça alguns fundamentos do design UX. Você ja sabe para que UX serve?

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: