O que é T&D? Para que serve ? - Maximize Space

Maximize Space - Painel de Controle Profissional Maximize

O que é T&D? Para que serve ?

Quando a crise bate a porta, nem sempre cortar gastos deve ser a primeira opção. Por outro lado na maioria das vezes aplicar técnicas de T&D surtem mais efeito.

Por Leticia Cruz dia em Maximize Space

O que é T&D? Para que serve ?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

T&D nada mais é que técnicas de desenvolvimento, muito usadas por empresas nos dias atuais em tempos difíceis.

Hoje se tem o conhecimento de que preparar seus funcionários, aumentando o conhecimento individual de cada um, em sua respectiva área, ou para uma futura função é mais lucrativo em tempos de crise. E isso pode até te passar na frente da concorrência quando esse período terminar.

Ter dinheiro em caixa é muito importante. Porém, ter funcionários que sabem agir em situações difíceis e propõem soluções criativas e eficazes valem o seu peso em ouro.

Colaboradores capacitados e ligados umbilicalmente à cultura das empresas devem ser desenvolvidos e atualizados constantemente.

O mundo em si sempre passou por mudanças, e no meio corporativo não seria diferente, com toda certeza se você parar cinco minutos do seu dia e conversar com um funcionário antigo de alguma empresa, certamente ele terá uma, ou mais, histórias de superação para te contar.

 É normal passar por momentos difíceis, o que vai te diferenciar das outras empresas é como você vai sair da crise.

No entanto, sabemos que não é fácil, é preciso ter cautela e não se desesperar, para não dar passos que não tenham volta, uma decisão errada num momento desse pode até te levar a falência.

Pensando nisso, vamos te explicar o que são Técnicas de desenvolvimento, para que servem e como colocá-las em prática. Vamos lá?!

 

O que T&D pode agregar ao seu negócio?

A T&D oferece experiência, mas não qualquer uma, a melhor experiência que existe. Você sabe de qual estamos falando? 

Se você pensou na experiência de aprender e adquirir conhecimento, que é  a qual o ser humano mais gosta, ou deveria, acertou em cheio.

As T&D têm um grande potencial de crescimento nos dias atuais, e estão sendo cada vez mais usadas por grandes empresas de tecnologias, e elas estão ganhando muito dinheiro com isso, por ser um negócio de alto potencial. 

 

Mas você pode se perguntar: "Cursos de Treinamento e Desenvolvimento devem ser feitos por quem? Será que eu devo fazer?"

Então, esses tipos de cursos devem ser realizados por executivos de organizações de serviço, empreendedores autônomos, treinadores independentes, consultores que ajudam outras pessoas a empreender, e assim por diante. 

Para que assim, depois, cada técnica possa ser colocada em prática, dentro das empresas.

Por ser um negócio de grande utilidade, abre muitos tipos de alternativas na época da crise.

Por isso estamos afirmando que em tempos difíceis não é viável ver a área de T&D como excesso. Pois sabemos que nessas situações coisas que são vistas como excesso são as primeiras a serem "cortadas".

No entanto, sacrifícios fiscais devem ser pensados com muita calma, e devem ser minuciosamente planejados, tendo em vista o real retorno que trará futuramente.

Deve-se levar em conta que, um profissional que cresce em conhecimento dentro da empresa que trabalha, usa essas novas habilidades adquiridas ali mesmo.

E todos sabemos que empresas com grande quantidade de conhecimento são as que melhor se adaptam e que sabem visualizar e aproveitar melhor as oportunidades.

 

Mas afinal, treinamento e desenvolvimento são a mesma coisa?

Bom apesar de terem uma sigla juntas representando essas duas palavras, elas são individualmente diferentes, mesmo sabendo que quando se treina ao mesmo tempo se desenvolve uma pessoa. 

Porém, o que  queremos que você entenda, é que, mesmo elas tendo significados diferentes, estão de alguma forma ligadas uma a outra.

 

" Há uma diferença entre treinamento e desenvolvimento de pessoas. Embora seus métodos sejam similares para afetar a aprendizagem, a sua perspectiva de tempo é diferente".

CHIAVENATTO,A1999,P.295.

 

Ok, mas o que quer dizer perspectiva de tempo diferente? 

Quando se refere a treinamento estamos falando do hoje, treinar agora, o foco está no presente, no cargo atual, em aprimorar habilidades e capacidades específicas para o melhor desempenho  imediato, na função que o colaborador está no momento.

No entanto, quando nos referimos a desenvolvimento, ele é gradativo e constante, o foco está no futuro, em preparar seu colaborador para um novo cargo. A meta aqui é fazer com que ele adquira novas habilidades e capacidades, não deixando de aperfeiçoar as que ele já têm, necessariamente.

Ou seja, quando se fala de T&D, estamos nos referindo à afetar a aprendizagem para melhorá-la, e obter um resultado de determinada pessoa, grupo ou empresa. Fazendo com que aprenda algo que melhore o seu desempenho.

A sutil diferença está em, se você precisa desses resultados imediatamente ou futuramente.

 

Conceito de treinamento:

 " Treinamento é um processo educacional de curto prazo aplicado de maneira sistemática e organizado, através do qual as pessoas aprendem conhecimentos, atitudes e habilidades em funções de objetivos definidos."

CHIAVENATTO, 2000, p.497

 

O que queremos dizer é que uma pessoa que faz esse treinamento, adquire conhecimentos específicos e aprende a ter uma visão diferente, com a qual consegue avaliar situações nas quais poderá aplicar seus novos conhecimentos em T&D, treinando outros membros do grupo. 

 

Veja agora as etapas do processo de treinamento:

    1.Diagnóstico: Você vai precisar entender quais são as necessidades da empresa, do cargo, da cultura em que você está inserido; Para que assim consiga enxergar qual é a sua realidade naquele exato momento. Fazendo um levantamento de dados com os quais você possa trabalhar futuramente. Ou seja, seu primeiro passo é se localizar dentro da situação. 

Vamos te mostrar agora por partes como fazer esse diagnóstico:

Análise da organização: Que instituição é essa, qual é a missão, quais são os objetivos, qual é a visão, quais são os valores, assim você entenderá a sua empresa.

Análise de recursos humanos: Quem são as pessoas que trabalham ai, como são seus colaboradores, como são suas atitudes e quais são os comportamentos necessários para que você alcance seus objetivos.

Análise dos cargos: Quais são os cargos que têm em sua empresa, quais são as habilidades necessárias para exercer esses cargos, quais são os colaboradores que estão precisando receber treinamento imediato, para aperfeiçoamento de habilidades para o cargo atual e quais deveriam receber um treinamento para desenvolvimento de novas habilidades, para exercer um cargo futuro.

Análise de  Treinamentos: Quais são os treinamentos que você têm disponível para oferecer no momento, quais são os treinamentos necessários para serem realizados no exato momento.

 

     2.Planejamento: Aqui, com a ajuda dos dados coletados na primeira etapa, você vai           planejar a ação a ser feita, uma estratégia para alcançar os resultados desejados. De maneira organizada e cuidadosa.

vamos deixar aqui para você um desenho de programa simples de treinamento, formado por sete questões: 

  • Quem treinar? (quem serão essas pessoas que vão receber o treinamento)
  • Como treinar? (Quais serão os métodos e recursos desse treinamento)
  • Em que treinar? (qual será o conteúdo desse treinamento)
  • Por quem treinar? (Instrutor ou treinador, será alguém de fora? Alguém interno?)
  • Onde treinar? (Qual será o locar utilizado para esse treinamento)
  • Quando treinar? (Época ou horário que acontecerá esse treinamento)
  • Para que treinar? (Qual é o objetivo)

 

    3.Execução: Agora será a hora de por em prática a estratégia que você elaborou, nas áreas que você viu a necessidade do treinamento. Existem três métodos de execução de treinamento, que são eles:

  • Métodos individualizados: treina-se uma pessoa apenas.
  • Métodos de grupo: treina-se um determinado grupo específico de uma só vez, podendo chamar alguém de fora da empresa para fazer isso, ou também podendo mandar o grupo todo para um treinamento fora.
  • Métodos coletivos: quando em determinado lugar acontecerá uma palestra ou algum curso, e você desloca uma ou mais pessoas da sua empresa até lá, para que possam fazer esse treinamento. 

 

    4.Avaliação: Esse será o momento de avaliar o treinamento escolhido por você, se ele surtiu os efeitos desejados, e se com ele conseguiu chegar aos resultados almejados.

Sejam eles de novos conhecimentos, novas halilidades, novos comportamentos, nova cultura. você só precisará avaliar o treinamento que você aplicou, com base nos resultados alcançados de maneira coerente. 

 

Notas finais

 E ai?! Gostou do nosso artigo? Esperamos que sim :)

Você já usava esse processo de treinamento em sua empresa?

Com toda certeza essas informações que deixamos aqui vão te ajudar a por em prática essas técnicas de T&D que vão fazer toda a diferença no seu negócio.

Leia também nosso artigo com dicas práticas de como otimizar seu canal no You tube e fique por dentro de todas essas dicas importantes.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: