A psicologia das cores pode influenciar o seu negócio! - Maximize Space

Maximize Space - Painel de Controle Profissional Maximize

A psicologia das cores pode influenciar o seu negócio!

Ao descobrir o significado de cada cor você pode usá-las para alcançar um objetivo específico!

Por Leticia Cruz dia em Maximize Space

A psicologia das cores pode influenciar o seu negócio!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Há tempos, os cientistas têm pesquisado o efeito que as cores têm em nosso cérebro. Através de pesquisas descobriram que cada ser humano apresenta uma reação diferente quando exposto à determinada cor.

 Na verdade, atualmente existem testes desenvolvidos para nos ajudar na aquisição de conhecimento sobre nós mesmos por meio do poder de uma cor, o que a psicologia das cores explica.

Assim sendo, os negócios têm usado cada vez mais esse gancho de tonalidades para atrair clientes e destacar o diferencial de suas marcas.

Neste artigo, nó vamos te mostrar como a área da psicologia tem influenciado o mercado. Veja a seguir conceitos e curiosidades a respeito do assunto!

 

Mas então, o que seria psicologia das cores??

Os primeiros estudos a respeito da psicologia das cores são de 1666. Isaac Newton fez a descoberta de que a luz branca, ao atravessar um prisma, se dividia em diversas cores. Tempos depois, foi certificado que a mistura de algumas cores resultava em outros tons.

Entretanto, foi em 1810 que o alemão Johann Wolfgang von Goethe publicou o seu livro Teoria das Cores, no qual expecifcava seus estudos a respeito da constituição das cores e seus efeitos sobre as pessoas. O estudioso foi o primeiro que ousou confrontar as ideias de Newton.

Para Goethe, as sensações exercidas pelas cores na nossa mente são moldadas por meio da nossa percepção. Isto é, a nossa visão e também o processamento cerebral de informações que trazem à tona um sentimento ao ver determinada tonalidade.

Sendo assim, podemos definir a psicologia das cores como um estudo sobre a identificação cerebral com as tonalidades que existem, transformando cada uma delas em sensações e/ou emoções.

Por isso cada  cor possui um significado, ligado à seu peso, dimensão, temperatura, simbolismo (que pode variar de um grupo para outro), emoção e recordação.

O significado das cores na psicologia?

Existem oito tipos de emoções primárias reconhecidas na psicologia das cores. Sendo elas: A aceitação, alegria, curiosidade, medo, nojo, raiva, surpresa e a tristeza.

Essas sensações influenciam no comportamento das pessoas, segundo a psicologia. Confira as principais cores e seus significados:

Preto:
O preto tem uma simbologia forte. Mesmo estando associado as vezes à dor e à tristeza, também é visto como a cor do poder, do mistério, da sofisticação, da riqueza e da profundidade.

Branco:
Uma das cores bases. Está ligado a uma sensação de limpeza e pureza, não por acaso, também lembra proteção e simplicidade. Nas culturas ocidentais está ligado ao casamento e ao recomeço, enquanto nas orientais é atrelado à morte.

Verde:
Representa esperança e fertilidade, é a cor que remete uma sensação de vitalidade e também calma, tranquilizando a pessoa. Também está associada à juventude, ao orgulho e à perseverança.

Azul:
Essa cor está atrelada à calma e serenidade. Isso porque transmite uma sensação de paz e tranquilidade para quem a vê. Porém a tonalidade evoca também o conservadorismo e a frieza.

Amarelo:
É a cor do otimismo e da alegria. Tem o poder de estimular a inteligência do ser humano e também sua concentração. Não por acaso, está ligada ao idealismo e à sabedoria e também à inveja.

Vermelho:
Representa o dinamismo, o movimento e a ação. É capaz de estimular o corpo humano, passando a ele alta intensidade e sensação de confiança. As principais emoções relacionadas a ela são a raiva, paixão, perigo e excitação.

A importância da psicologia das cores em uma marca:

As cores escolhidas dizem muito sobre uma marca. Por isso, é preciso checar se o seu negócio está transmitido a mensagem certa.

No entanto, o entendimento sobre a psicologia das cores é tão valioso! Veja alguns aspectos importantes sobre essa questão:

Apresentação para o mercado


 É preciso entender sobre a psicologia das cores pois a compreensão de seus significados é crucial para suas escolhas.

Também é necessário conhecer as tendências mercadológicas. A opção com base nesse último aspecto fará com que a sua apresentação para o mercado seja vista como algo moderno e antenado.

Estímulo de compra


Um estudo feito pela Quick Sprout mostrou que 85% dos consumidores apontaram a cor como a principal razão para a compra de um produto. A mesma pesquisa apontou que 90% das decisões de compra são tomadas com base em aspectos visuais.

Por isso, o negócio deve se preocupar em entender as preferências do seu público consumidor quanto às cores, a fim de oferecer o estímulo certo no momento em que ele for decidir sobre a compra.

Status da marca


As cores também nos fazem lembrar o status de uma marca, logo, é preciso delimitar que tipo de imagem você quer passar ao consumidor.

Confiança do consumidor

Mistura de cores corretas também tem a capacidade de aumentar a confiança do consumidor.

Ao reconhecer uma marca por apelo visual, ele pode lembrarr os sentimentos ligados à tonalidade, gerando uma sensação de credibilidade.

Voltando ao estudo da Quick Sprout, 80% dos entrevistados alegaram que a cor aumenta o reconhecimento da marca.

 Porém tudo isso só é válido quando você consegue captar o propósito do seu projeto, seja ele aumentar o volume de vendas ou mesmo criar uma consciência de marca entre o público com potencial de compra.

É  importante sempre estar atento à demanda do mercado e ser fiel à seu posicionamento.

E aí, gostou do nosso artigo? Então, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? Assim, mais pessoas podem ficar por dentro dos segredos por trás da simbologia das cores. Até a próxima!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: